Treinamento de NR 35 - Trabalho em Altura

Baseado em 47 avaliações
  • 16 Horas de duração
  • 16 Aulas
  • 7 Módulos
  • 1 Avaliação
  • 1 mês de suporte
  • Certificado de conclusão
Parcele em 3x R$ 46,30 (ou R$ 138,90 à vista)
Comprar Agora Dê um passo adiante em sua carreira!
"Excelente oportunidade para fortalecer o conhecimento sobre o Trabalho em Altura e suas regulamentações. "
Emerson
mais avaliações

O Treinamento de NR 35 - Trabalho em altura, está destinado a todas as pessoas, grupos de empresas e colaboradores que exerçam atividades com no mínimo 2 metros de altura, com o seguinte conteúdo programático: 

Normas e regulamentos aplicáveis ao trabalho em altura;

Análise de Risco e condições impeditivas;

Riscos potenciais inerentes ao trabalho em altura e medidas de prevenção e controle;

Sistemas, equipamentos e procedimentos de proteção coletiva;

Equipamentos de Proteção Individual para trabalho em altura: seleção, inspeção, conservação e limitação de uso;

Acidentes típicos em trabalhos em altura;

Condutas em situações de emergência, incluindo noções de técnicas de resgate e de primeiros socorros.

1 mês Sem tempo para fazer o curso agora? Não tem problema.
Você poderá participar desse curso até 1 mês após a matrícula.

Trabalhadores envolvidos direta ou indiretamente com as atividades de planejamento, organização e execução do trabalho em altura.

Professor Universidade Eba
""


Certificação eletrônica para os participantes na conclusão de todos os módulos e realização da prova.

Conteúdo Programático

Neste módulo será apresentado sobre a Norma Regulamentadora de número 35, que estabelece os requisitos mínimos e as medidas necessárias de proteção para o trabalho em altura de forma a garantir a segurança e a saúde dos trabalhadores envolvidos direta ou indiretamente com esta atividade.
  • 1. Tutorial EAD
  • 2. NR 35 - Introdução
  • 3. Aula 1 - Apostila - NR 35 - Normas e Regulamentos aplicáveis ao Trabalho em altura;
Neste módulo será analisado a legislação aplicável ao trabalho em altura com base nas normas regulamentadoras, identificar os equipamentos de proteção e os principais riscos de acidentes relacionados à atividade, aplicando a metodologia de análise de riscos. De forma planejada e contínua, a fim de minimizar ou até mesmo eliminar os riscos existentes.
  • 1. Análise de risco e condições impeditivas
  • 2. Aula 2 - Análise de risco e condições impeditivas
Neste módulo será apresentado sobre a capacitação dos trabalhadores autorizados para atuar nos trabalhos em altura. Sugere-se, portanto, que seja realizado um aprofundamento nas normas regulamentadoras aplicáveis a NR-35. Qualquer trabalho em altura deve ser realizado sob supervisão, cuja forma será definida pela análise de risco de acordo com as peculiaridades da atividade.
  • 1. Riscos potenciais e medidas de prevenção e controle
  • 2. Aula 3 - Riscos potenciais e medidas de prevenção e controle
Neste módulo vamos relatar sobre as medidas de proteção coletiva que afastem o risco de queda durante a sua realização, bem como os trabalhos realizados com risco de queda com altura inferior a 2,0m.
Estar desobrigado de aplicar a NR-35 nessas situações não significa que nada precisa ser feito. Existindo o risco de queda, este deve ser controlado, como obrigação primeira do empregador.
  • 1. Sistemas, equipamentos e procedimentos de proteção coletiva
  • 2. Aula 4 - Proteção Coletiva
Neste módulo será apresentado sobre a saúde e integridade física do trabalhador, sendo obrigatória a utilização do EPI - Equipamento de Proteção Individual para sua segurança e proteção.
  • 1. Equipamentos de Proteção Individual
  • 2. Aula 5 - Uso dos Epi's
Neste módulo vamos apresentar sobre a capacitação do colaborador referente a acidentes típicos. Para evitar esse problema, de acordo com a NR 35, o empregador tem a obrigação de promover programas para capacitação, de, no mínimo, 8 horas, para os trabalhadores que realizam trabalho em altura.
  • 1. Acidentes típicos
  • 2. Aula 6 - Acidentes típicos
Neste módulo será apresentado sobre noções de primeiros socorros, como agir em situações de emergência, sendo fundamental para reduzir lesões, amenizar o sofrimento da vítima, auxiliar o trabalho dos socorristas e aumentar as chances de recuperação, sem sequelas.
  • 1. Condutas em situações de emergência, Noções de resgate e Primeiros Socorros
  • 2. Aula 7 - Condutas em situações de emergência, Noções de resgate e Primeiros Socorros
  • 3. Avaliação de Reação
  • Prova Final
Voltar ao topo